Archive

Archive for março \31\UTC 2008

Let me be theeeere

Just tell me you don´t care.
E é, eu não me importo.
Fim de semana foi loco, com direito a pegar a melhor moça da casa, sair pagando um pau, no outro dia festança louca, pegar juvenil e ainda ficar de boa no domingo.
Deixar as sobras e dizer que está sussegado.
Esse foi louco. Posso dizer Uhuuuull, que viagem.

Bones

Larga. Chega.
Só você não acredita que já perdeu o osso.
E eu pego quem EU quiser, não devo satisfações nenhuma a ninguém.
E chega, vai tomá no cú.

Final Point.

2 frasesinhas hoje.

Há pontos finais que são muito bem postos em nossas vidas.

Quando se olha de mais para o seu umbigo, pode-se esbarrar em alguma coisa.

….

Ah, uma indagação também.
Jesus morreu na Sexta-feira santa e recussitou 3 dias depois, no Domingo de páscoa.
😐 an?

My Mistake

Acho que foi um erro. Foi um erro eu tentar mudar alguém. Um erro acreditar que alguém pode mudar.
Alguém que não merece sua dedicação, sua atenção, seus conselhos ou a sua presença.
Alguém que é ingrato, que não reconhece, que quer viver no seu mundinho fechado e não abre os olhos para uma simples coisa. Você.
Esse alguém tem talento. Sabe fazer coisas que poucos tem o dom. Dom. Algo difícil de se ter, mas que não é valorizado.
Eu tentei fazer ver isso, tentei valorizar e

Ah chega, canssei de falar disso.

Só mais uma palhinha. Ela REALMENTE tem o dom.
O dom de me deixar fudido da cara.

Let´s talk about me

Eu acho que sou um cara que vive de lembranças. De coisas que vivi. De coisas que fiz e de momentos inesquecíveis.
Lembro de amigos que se foram. De momentos alegres. De momentos tristes. De sorrisos de pessoas que talves nunca mais verei. Lembro de palavras, de choros, de atitudes e de remorssos.
Por mais que não transpareça, sou uma pessoa muito emotiva. Somente guardo pra mim isso.
Com o passar dos anos, evolui de uma pessoa zangada e ranzinza, pra uma pessoa contente e amiga. Saí de um estágio onde só me via chingando e não tratava ninguém com paciência. Hoje tento tratar a todos com a dignidade que espero ser tratado.
Não gosto de intrigas, discuções e blablabla. Sou mais direto ao ponto, onde o sim vale o seu sim, e o não vale o seu não. E isso vale pra mim também, onde quando eu digo, está dito. E não volto atrás.
Que eu me lembre, foram poucos os momentos em que fiz isso, voltar atrás. Mas me foi provado, assim como 1+1 são 2, que eu estava redondamente errado.
Mas isso acho que foram somente em questões de trabalho. Em questão pessoal, me arrependo de poucos momentos.
Momentos onde magoei pessoas. Momentos onde perdi muito dinheiro. Momentos onde eu deveria dizer não, mas disse sim. Ou o contrário.
Mas pra mim, a honra vale mais que tudo. Se alguém me diz que vai estar lá, eu confio. Se essa mesma pessoa diz que não consegue mais olhar pra minha cara, eu aceito. E procuro não mais fazer tudo o que posso para reverter. Deixo ela me procurar para ver que estava errada.
Estou passando uma fase difícil. Terminei um relacionamento complicado. Não consigo me ver ao lado de uma pessoa que não confia. Que esconde sua verdadeira personalidade. Não gosto de ser preso, de me ver sob regras, de ser mandado, de ser um animalzinho de estimação.
Não consigo acreditar numa pessoa que diga eu te amo, somente depois de ver o seu brinquedinho indo embora.
Também não consigo acreditar que uma pessoa possa sentir isso, assim, do nada, como se um pacotinho de paixão caisse em sua cabeça. Saindo por aí agora, dizendo que realmente te entende, e que precisou ficar longe para isso.
Não consigo acreditar que você se dedique tanto a uma pessoa e ela não enxergue. Não quer levar isso em conta. Nâo consegue ver todas as situações e palavrões que aguentei por tentar fazer essa pessoa melhor.
Um cisco te faz coçar o olho, irrita, enche o saco. Mas esse mesmo vento, uma briza, que trouxe esse cisco, em dias quentes te faz um bem danado.

Let´s talk….pleeeeeease

Um advogado muito esperto, dirigia distraído quando, num sinal PARE, passa sem parar, mesmo em frente a uma viatura do BOPE.
Ao ser mandado parar, toma uma atitude de espertalhão

Policial – Boa tarde. Documento do carro e habilitação.
Advogado – Mas porquê, policial?
Policial – Não parou no sinal de PARE ali atrás.
Advogado – Eu diminuí, e como não vinha ninguém…
Policial – Exato. Documentos do carro e habilitação.
Advogado – Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?
Policial – A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE deve parar completamente. Documento habilitação.
Advogado – Ouça policial, eu sou Advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei, proponho-lhe o seguinte: se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.
Policial – Muito bem, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr. Advogado?

O Advogado desce e é então que os integrantes do BOPE baixam o cacete, é porrada pra tudo quanto é lado, tapa, botinada, cassetete, cotovelada, etc.
O Advogado grita por socorro, e pede pra pararem pelo amor de DEUS.
E o Policial pergunta:
Quer que agente PARE ou só DIMINUA ?