Archive

Archive for fevereiro \20\UTC 2007

It´s raining….AND DON´T STOP

fevereiro 20, 2007 Deixe um comentário

Lembram de um post que eu falei de como seriam as minhas férias? Este aqui? Pois então, minha viagem para uma prainha artificial no carnaval foi EXTAMENTE assim.
Chega na sexta a noite, um amigo vindo de fora como sempre atrazado, galera me ligando que iam sem mim, extresse, galera passa, passamos pegar o parceria, looooocos por festa e bora pra prainha.
Chega na prainha, arma a tenda, arma a barraca, dorme 1 hora, acorda, bebe cerveja, ouve reclamações de que não dormiram direito, manda se fuder e bora pra “reive”.
Já dentro da raive, não tem ninguém lá, som torando, chuva, putz putz putz, descobre que a cerveja é 4 dinheiros, uma cuba é 12 dinheiros, resolve que não vai ficar bebado ali, descobre a tal da catuaba a 5 dinheiros, gasta 80 pila na festa, nem fica doidão, chove, palco quase cai, não pega ninguém e volta pra tenda.
A noite de sábado, bebe bebe bebe, fica tri loco, perde contato com a torre, mais chuva, segura a barraca pra não voar, faz umas amizades, ganha umas latas de cerveja, ganha uns goles de whisky, fica mais loco, briga feio com o parceria, não pega ninguém, volta pra barraca, vomita na barraca (ou sonha que vomitou, não achei nada no outro dia).
Acorda as 5 da manhã com a barraca parecendo uma piscina por que entrou água, treme de frio, treme MUITO de frio, acorda, fica mendigando uma blusa, bebe uma vodka pra esquentar, galera acorda, rouba barraca alheia, dorme pra caralho, faz churrasco, bebe bebe bebe, chove chove chove, bebe bebe bebe, vai pro vuco-vuco, compra ingresso pro carnaval na prainha, volta buscar uns “extropecente”, não acha, perde os parcerias, vai pra festa sozinho, não pega ninguém, volta pra barraca e dorme.
Na segunda a galera já tava de saco cheio de chuva e resolve ir embora, chega na cidade natal, observa o estado deplorável das roupas e calçados, se olha no espelho, tudo queimado dos poucos momentos de sol que teve, toma um banho, joga um video-game, sai pra festa, festa com lotação máxima, vai pro carnaval de rua, só galera de vila, povo mal-cheiroso, não pega ninguém e volta pra casa.
Terça, acorda cedo (13:30), toca guitarra, almoça, entra na net, assiste filme, entra na net, joga video-game, entra na net, não faz nada o dia inteiro e no final da noite…..entra na net.
Putz, que férias mais inúteis.
Pra não deixar o lema desse santo blogg morrer…
EU SÓ SE FODO.

SÓ SE FODOOOOO

fevereiro 12, 2007 Deixe um comentário

Diário de férias do Fernando parte “f*ck all”:
Estou em curitiba, passando uns dias com a minha irmã. Mas penssa um povo que não quer nada com nada. Sério, não consigo entender como conseguem arrumar namorada por aqui. Só vejo povinho abraçado, passeando por aí, e as gurias “soltas” não gostam de converssar com alguém desconhecido. Acham que todo mundo é um malaco a toa a fim de assaltar as bolsas vazias delas.
A minha irmã e a guria que mora com ela tem namorado. Eles entram na casa, estendem o sofá cama e dormem. Acordam e vão embora, deixam a porta aberta e NEM SEQUER ACORDAM VOCÊ, QUE ESTA DORMINDO NO SOFÁ CAMA DO LADO. Vai entender.
E ah, falando do namorado delas, não existe aquele chamado “fazer um social”. Eles dão oi e se trancam no quarto e passam horas ali, enquanto você fica ali de bundão na sala, assistindo mtv e fumando um narguilé E AINDA RECLAMAM QUANDO COLOCA UMA ERVINHA PRA RELAXAR.
Mas a sorte é que descobri um barzinho que toca rock e uma porrada de mesas de sinuca. Tem até aqueles fliperamas antigos que jogava quando era guri ainda.
E pra completar, falta agua no prédio e não posso tomar banho nem mijar, pq senão a casa fica com um cheiro de urina incrível. Mais incrível ainda é como esse cheiro se espalha na casa, mesmo com a porta quase lacrada. INFERNOOOOOOO.
Eu só se fodo.

Vacations, part II

fevereiro 7, 2007 Deixe um comentário

Diário completo das férias do Fernando você só encontra aqui. Blogg do doidão e você, vai te fudê.

Dia 2:
– Acorda as 4 horas com chuva, coloca pra esquentar o strogonoff da mama, liga na rede bobo, passando querida estiquei o bebe, muda pra bandeirantes, passando leão lobo, muda pro sbt, passando casos de família, desliga a tv, liga o som, come o strogonoff.
– Vai pra sala ainda com chuva, assiste irmão jogando video-game, pega no sono, acorda pra ver jogo porco do brasil, fuma arguile, mãe derruba carvão no carpê e na almofada, corre pra não queimar a casa, assiste jornal, janta e volta pra sala.
– Resolve que filmes da madrugada não são bons, vai pra locadora, chuva o tempo todo, locadora quase fechando, enrola enrola pra gatinha atendente não me expulsar, puxa converssa, moreninha gente fina, sai da locadora depois de 20 min, ainda chovendo, senta no sofá da sala, passando novela, vem pro pc….e……

Nos próximos capítulos……vide post atual.

ZzzzzZZZZzzzzZZz

fevereiro 5, 2007 Deixe um comentário

Férias, tão adorado momento em que um ser humano se f*de o ano inteiro pra ter 30 dias merecidíssimos de descansso e vadiagem.
Hoje, decidi fazer um pronunciamento extra oficial, já que é meu primeiro dia de férias depois de quase 4 anos ralando feito queijo duro.

(Abre aspas) zzzZZZzzzZzzZZZZZzzzzz(Fecha aspas).

Isto é tudo pessoal.
PS: merda, digitar com o shift esquerdo AINDA quebrado é soda.

GRRRRRRRRRR

fevereiro 2, 2007 Deixe um comentário

Tou num péssimo dia. Primeiro que gastei dinheiro a toa na noite de quinta.
Começou com a lotação da casa sendo esgotada quando eu ia entrar, depois de ter enfrentado 15min de fila. Depois de meia hora consegui entrar, muvuca de gente que não tinha como contar. Só pra ir no banheiro eram 7min contados.
Consegui enfim encontrar os amigos e ficamos ali, dançando, tomando tequila e falando asneiras. Até que voltando do banheiro um cara me passou trombando, dei um toquezinho e continuei andando normal. Senti puxando meu cabelo (que tenho cabelo comprido e estava preso). Na hora até penssei que era algum amigo meu, tirando um sarrinho, mas comecei a ouvir o pelego falando “tá me tirando mano, tá me tirando”. Senti que ia dar bolor e o cara ainda me puxando pelo cabelo, tentei me virar, mas tropecei no pé de alguém e caí no chão, quando me levantei não vi mais ninguém. O machão tinha dado no pé, mas alguns conhecidos me falaram que era um cara mega bombado e de camiseta vermelha, só tinha 2 ou 3 caras assim lá.
Consegui ver a cara do malandrão, mas como eu estava sozinho e eles em 3, preferi manter minha integridade física fora disso. Mas deixa eu sair com um amigo tenente do exército e ver eles num posto de gasolina. A 380 do gurizão vai gritar alto.